Cobertura General Urquiza, Leblon 2010 Rio de Janeiro, Brasil

Arquitetura Urbanismo Design

Rio de Janeiro

Brasil

campo@campoaud.com.br

+55 21 3233-1581

Planta Baixa - Piso Inferior Planta Baixa - Piso Superior Cortes Planta Baixa - Piso Inferior (situação existente) Planta Baixa - Piso Superior (situação existente) Corte através da Nova Escada Corte através da Nova Escada Corte - Antes & Depois Nova Escada (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Nova Escada (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Acesso à Circulação Íntima (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Ponte + Nova Escada (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Ponte de Acesso ao Atelier (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Sala de Jantar + Cozinha (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Sala de Jantar (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Cozinha (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Cozinha (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Sala de Estar (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Sala de Estar (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Porta de Entrada (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Banheiro - Suíte 1 (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Lavabo (foto MCA Estúdio - Denilson Machado) Banheiro - Suíte 2 (foto MCA Estúdio - Denilson Machado)
Cobertura General Urquiza, Leblon

Rio de Janeiro, Brasil

O apartamento, uma cobertura localizada bairro do Leblon, deveria ser totalmente remodelado para abrigar uma família de quatro pessoas que acabara de se mudar para o Rio. No entanto, sua arquitetura, típica dos anos 60, apresentava uma organização dos espaços de circulação e íntimos bastante equivocada. Haviam duas circulações paralelas, uma que levava aos quartos e outra que servia como acesso às dependências de serviço. A posição destas impedia tanto a iluminação natural de boa parte da área íntima, como uma distribuição mais agradável dos quartos. Com a supressão de boa parte da circulação de serviço, foi possível converter todos os quartos em suítes e oferecer luz e ventilação natural a boa parte da área íntima. Além disso, o acesso ao pavimento superior foi totalmente redesenhado, criando um hall interno com pé-direito duplo que amplia e ilumina um espaço do apartamento antes escuro e pouco usado. A reforma também incorporou dispositivos sustentáveis como: aquecimento de água por energia solar e a criação de um jardim vertical na cobertura, que proporciona maior conforto térmico e privacidade.

data do projeto: 2010

data da construcao: 2010

parceiros: Lattoog Design (projeto) e Studio Domi (construção)

consultores: ---

fase: Construído

cliente: Privado

prêmio: ---